Technological Training of Students with Disabilities

Preparation for the Labormarket

Authors

Abstract

The theme of this article is the importance of training students with disabilities for the use of technological artifacts and the relevance for future inclusion in the labor market. Its objective is to verify the relevance of technology appropriation for the future insertion of people with disabilities in the labor market. For that, we carried out qualitative bibliographic research on the subject through books, articles, dissertations and theses. The results show that there are technologies that were not developed with the purpose of helping people with disabilities, but that can be explored in this sense. As final considerations, we understand that universities must be aware of the different possibilities of using technologies to help students with and without disabilities. The job market is demanding, and the placement of students with disabilities as a professional can be facilitated by acting in different functions, having different roles, which can occur through technology.

References

ARAGÃO, Milena; Kreutz, Lucio. Representações sobre a atuação docente na educação infantil. Revista Educação, Campinas, v. 18, p. 9-17, 2013. Disponível em: https://goo.gl/LpMjQR. Acesso em: 20 jun. 2019.

BRANDÃO, Maria Teresa; FERREIRA, Marco. Inclusão de crianças com necessidades educativas especiais na educação infantil. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 19, n. 4, p. 487-502, 2013. Disponível em: http://bit.do/eV48D. Acesso em: 10 jun. 2019.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/70320/65.pdf. Acesso em 19 mar. 2019.

BRASIL. Constituição federal de 1988. Brasília, 1988.

________. Portaria n. 3.284, de 7 de novembro de 2003. Brasília: Ministério da Educação; 2003. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/port3284.pdf. Acesso em 19 mar. 2019.

________. Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990: Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Diário Oficial da União, Brasília, 12 dez. 1990. Disponível em:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8112cons.htm. Acesso em 19 jun. 2019.

________. Lei nº 8.213/91, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre a obrigatoriedade de empresas com mais de 100 funcionários reservarem vagas para pessoas com deficiência. Brasília. 1991. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8213cons.htm. Acesso em: 20 jun. 2019.

________. Decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Brasília, 2009.

________. Lei Nº 12.513, de 26 de outubro de 2011. Institui o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec); altera as Leis no 7.998, de 11 de janeiro de 1990, que regula o Programa do Seguro-Desemprego, o Abono Salarial e institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), no 8.212, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre a organização da Seguridade Social e institui Plano de Custeio, no 10.260, de 12 de julho de 2001, que dispõe sobre o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, e no 11.129, de 30 de junho de 2005, que institui o Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem); e dá outras providências. Diário Oficial da União, 27 out. 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12513.htm. Acesso em 18 jun. 2019.

________. Lei nº 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Brasília, 2013.

CANDIDO, Eliane Aparecida Piza; CARNEIRO, Relma Urel Carbone. A tecnologia como aporte para o acesso a educação de pessoas com deficiência. Revista INTERSABERES, v. 13, n. 29, p. 379-391, 2018. Disponível em: http://bit.do/eV48B. Acesso em 08 abril 2019.

CARVALHO, Alexandre Freitas; COELHO, Vitor Antonio Cerignoni; TOLOCKA, Rute Estanislava. Professores de educação infantil e temas sobre inclusão de crianças com deficiência no ensino regular. Educação e Pesquisa, v. 42, n. 3, p. 713-726, 2016. Disponível em: https://goo.gl/gWHFk2. Acesso em: 20 jun. 2018.

CONTE, Renata Cristina. Uso das tecnologias da informação e comunicação no ensino superior presencial. Artigo apresentado para conclusão do curso de Especialização Tecnologias da Informação e Comunicação Aplicadas à Educação (EAD). Santa Maria: UFSM, 2017. Disponível em: http://bit.do/eV48y. Acesso em 18 mar. 2019.

COSTA, Carlos Nandi et al. Tecnologias para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. (Monografia)2018. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/188601. Acesso em 13 de jun. 2019.

DA SILVA, Carine Mendes; HENRIQUE E SILVA, Daniele Nunes; DA SILVA, Renata Carolina. Inclusão e processos de escolarização: narrativas de surdos sobre estratégias pedagógicas docentes. Psicologia em estudo, v. 19, n. 2, 2014. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/2871/287132426009.pdf. Acesso em 18 mar. 2019.

DA SILVA, Franklin Menezes et al. Tecnologias Assistivas E Suas Aplicações: uma análise a partir de patentes. Revista de Gestão em Sistemas de Saúde, v. 7, n. 1, p. 1-15, 2018.Disponível em: http://bit.do/eV48t. Acesso em 02 mai. 2019.

DUARTE, Emerson Rodrigues et al. Estudo de caso sobre a inclusão de alunos com deficiência no Ensino Superior. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 19, n. 2, p. 289-300, 2013. Disponível em: https://goo.gl/ZV8C7M. Acesso em 18 mar. 2019.

IBGE. Censo Demográfico 2010: Características gerais religião e deficiência. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística: Brasília, 2010. Dispopnível em: https://goo.gl/ZPogE7. Acesso em: 09 mar. 2019.

FOSSATTI, Paulo, SOUZA, Renaldo Vieira D.; JUNG, Hildegard Susana Desenvolvimento de lideranças lassalistas inovadoras: fundamentos para excelência da gestão. In: XVII Colóquio Internacional de Gestão Universitária, 2017. Anais [...] Argentina: UFSC. Disponível em: http://bit.do/eV48r. Acesso em: 20 mar. 2019.

FREITAS, Simone Van Der Halen; FOSSATTI, Paulo; KORTMANN, Gilca Maria Lucena. Inclusão de pessoas com deficiência (PCD) na educação superior: um olhar a partir das políticas de inclusão. In: GIANEZINI, Kelly; GROSS, Jacson. Estudos contemporâneos em ciências jurídicas e sociais. Florianópolis: Dois Por Quatro, Criciúma, SC: Unesc, 2017. Disponível em: http://bit.do/eV48q. Acesso em: 10 fev. 2019.

GIABARDO, Cássio de Souza; RIBEIRO, Sonia Maria. As teses e dissertações sobre o professor com deficiência. In: XIII Simpósio Integrado de Pesquisa FURB - UNIVALI - UNIVILLE, 2018, Itajaí. Anais… Itajaí, 2018. Disponível em: http://bit.do/eV48n. Acesso em: 04 mai. 2019.

GODOY, A. S. Refletindo sobre critérios de qualidade da pesquisa qualitativa. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, v. 3, n. 2, p. 85-94, 2010.

GOOGLE FOR EDUCATION. G Suite for education. 2019. Disponível em: http://bit.do/eV48i. Acesso em: 10 mai. 2019.

INEP. Resumo técnico: Censo da educação superior. Ministério da Educação: Brasília/DF, 2016. Disponível em: https://goo.gl/fMm4H9. Acesso em: 02 mar. 2019.

MAMISEISHVILI, Ketevan; KOCH, Lynn C. First-to-second-year persistence of students with disabilities in postsecondary institutions in the United States. Rehabilitation Counseling Bulletin, v. 54, n. 2, p. 93-105, 2011. Disponível em: http://bit.do/eV48e. Acesso em: 10 jun. 2019.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar: o que é? por quê? como fazer? São Paulo: Summus Editora, 2015.

MARCONDES, Nilsen Aparecida Vieira; BRISOLA, Elisa Maria Andrade. Análise por triangulação de métodos: um referencial para pesquisas qualitativas. Revista Univap, v. 20, n. 35, p. 201-208, 2014. Disponível em: http://bit.do/eV48d. Acesso em 06 fev. 2019.

NUNES, Maria Simone Mendes et al. Avaliando a inserção de egressos de cursos de graduação da área de tecnologia da Informação no mercado de trabalho regional brasileiro: Um estudo em campi de cidades do interior. RIEE - Revista Iberoamericana de Evaluación Educativa, v. 10, n. 2, p. 127-149, 2017. Disponível em: http://bit.do/eV48b. Acesso em 09 abr. 2019.

OLIVEIRA, Rosenara Beatriz de. A escola, a diferença e os sujeitos que nela operam. Monografia (Especialização em Educação Especial) - Universidade Regional

do Noroeste do Rio Grande do Sul / UNIJUI, 2012.

PEREIRA, Rosamaria Reo et al. Inclusão de estudantes com deficiência no ensino superior: uma revisão sistemática. Revista Educação Especial, v. 1, n. 1, p. 147-160, 2016. Disponível em: http://bit.do/eV478. Acesso em 02 mai. 2019.

PEREIRA, Ana Cristina Cypriano; MORAIS, Marcus Soares. Soluções assistivas e trabalho: uma nova perspectiva para as pessoas com deficiência. Informática na educação: teoria & prática, v. 18, n. 2, 2015.Disponível em: http://bit.do/eV476. Acesso em 11 mai. 2019.

RAMOS, Liana Débora. O direito constitucional à inclusão do deficiente auditivo na rede regular de ensino: um estudo de sua eficácia no município de Campos Novos. Revista da ESMESC, v. 18, n. 24, p. 391-420, 2011. Disponível em: https://www.revista.esmesc.org.br/re/article/view/37. Acesso em: 16 jun. 2019.

REIS, Anderson de Araujo; MOTA, Paloma Marcelino; DE JESUS, Danilo Mota. Lei brasileira de inclusão n. º 13.146/2015: Do direito à educação. Encontro Internacional de Formação de Professores e Fórum Permanente de Inovação Educacional, v. 10, n. 1, 2017. Disponível em: https://goo.gl/nroF7f. Acesso em: 11 jun. 2019.

ROCHA, Anabela et al. O uso das Tecnologias de Comunicação na Educação: resultados de um inquérito na Universidade Portucalense. In: 3º encontro sobre jogos e mobile learning, Coimbra, Portugal, 2016. Disponível em: http://bit.do/eV47Y5. Acesso em 09 abr. 2019.

ROBERTS, Jodi B.; CRITTENDEN, Laura A.; CRITTENDEN, Jason C. Students with disabilities and online learning: A cross-institutional study of perceived satisfaction with accessibility compliance and services. The Internet and Higher Education, v. 14, n. 4, p. 242-250, 2011. Disponível em: http://bit.do/eV47T. Acesso em 02 mar. 2019.

SILVA, Cristiane Rocha; GOBBI, Beatris Christo; SIMÃO, Ana Adalgisa. O uso da análise de conteúdo como uma ferramenta para a pesquisa qualitativa: descrição e aplicação do método. Organizações rurais & agroindustriais, v. 7, n. 1, p. 70-81, 2011. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/210. Acesso em 15 mar. 2019.

SOUZA, Mariana Pinkoski de. Percepção de professores universitários com deficiência física, deficiência visual ou deficiência auditiva sobre o processo de inclusão na academia. 107f. Dissertação de Mestrado Profissional (Reabilitação e Inclusão) – Centro Universitário Metodista IPA, Porto Alegre, 2015.

SOUZA, Mariana Pinkoski; TIMM, Edgar Zanini; GARIN, Norberto da Cunha. Governança universitária e o processo de inclusão de professores universitários com deficiência física, visual ou auditiva. Revista de Educação, Ciência e Cultura, v. 21, n. 2, p. 103-124, 2016. Disponível: http://bit.do/eV47M. Acesso em: 09 fev. 2019.

TOMELIN, Karina Nones et al. Educação inclusiva no ensino superior: desafios e experiências de um núcleo de apoio discente e docente. Revista Psicopedagogia, v. 35, n. 106, p. 94-103, 2018. Disponível em: https://goo.gl/aUeEuJ. Acesso em 19 mar. 2019.

TOSO, Carine et al. A tecnologia assistiva no ensino superior: reflexões sobre seu uso para alunos ouvintes e surdos. Revista on line de Política e Gestão Educacional, v. 22, n. 3, p. 1065-1080, 2018. Disponível em: http://bit.do/eV47K. Acesso em 15 mar. 2019.

VITÓRIA, Paulo Cesar da et al. Tecnologias assistivas como recursos pedagógicos: Desafios do ensinar aprender. Anais do Seminário Nacional de Educação Especial e do Seminário Capixaba de Educação Inclusiva, v. 1, n. 1, p. 836-841, 2019. Disponível em: http://bit.do/eV47H. Acesso em 05 mai. 2019.

Published

2022-03-20

Issue

Section

Article