PERCEPTIONS, CONCEPTIONS AND ASSESSMENTS OF SCIENCE UNDERGRADUATES ABOUT FACEBOOK AS A VIRTUAL APPROACH ENVIRONMENT

Amanda Stefani Ferreira Meneses, Francisca Alice de Lima, Joelianne de Menezes Cabral, Juliana Moreira Silva, Francisco Ranulfo Freitas Martins Júnior

Abstract


Nowadays, some experiences that have demonstrated how Facebook can be used as a virtual environment has started to be a part of the educational medium. In general, they report that this social network can support the pedagogical processes of teaching and learning, authorship network, online teaching and teacher training. However, even in fact of those possibilities, it is necessary to consider epistemological principles that seek to narrow successfully the relationship between education and technologies, especially the digital ones. Based on these assumptions, the presented article related education and cyberculture as take as a link between network and apprentice. It was performed an ex-post facto study during the explanatory research of qualitative nature, in order to identify some perceptions, conceptions, and evaluations of undergraduates for the use of Facebook during teacher’s formation. The three categories identified after the capture of data from nineteen questions, elaborated in the semi-structured interview format, which dealt with the situations experienced by them as a group involved in a group formed by the social network, which emerged as a virtual reality and insofar as was being didactically systematized, as a virtual community, was synthesized by interactive and collaborative learning. In the end, it was possible to establish, among other, reflections concerned to the three identified categories, as the reason for the preference for the work type accomplished in net, the contribution of the activities accomplished virtually and the positive and negative points of the use of this network as a methodology in the science teaching.

References


ALMEIDA, M. E. B.; VECCHIO, R. D.; CERNY, R. Z.; KRUGER, S. E. Estratégias Para Ensinar e Aprender em Ambientes Virtuais. RENOTE: Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 5, n. 2 p. 1-10, 2007. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/14235/8151 Acesso em: 18 fev. 2017.

BUGEJA, M. Facing the Facebook. The Chronicle of Higher Education, v. 52, n. 21, p. C1, 2006. Disponível em: http://www.chronicle.com/article/Facing-the-Facebook/46904 Acesso em: 27 fev. 2017.

CARITÁ, E. C.; PADOVAN, V. T.; SANCHES, L. M. P. Uso de rede sociais no processo ensino-aprendizagem: avaliação de suas características. In: 17º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância, 2011, Manaus - AM. Anais... São Paulo - SP: ABED, 2011. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2011/cd/61.pdf Acesso em: 28 jan. 2017.

CARVALHO, J. S. Redes e comunidades: ensino-aprendizagem pela Internet. 1. ed. São Paulo: Editora e Livraria Instituto Paulo Freire, 2011.

COSTA, A. L. P. O.; MOITA, F. M. G. S. C. Moodle no curso de ciências biológicas a distância: análise das contribuições no processo de ensino e aprendizagem. In: SOUSA, R. P. de; MOITA, F. M. C. da S. C; CARVALHO, A. B. G. (Org.). Tecnologias Digitais na Educação. Campina Grande: EDUEPB, 2011.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

COUTO, E. S. Pedagogias das Conexões. In: PORTO,C.; SANTOS, E. (Orgs). Facebook e educação: publicar, curtir, compartilhar [online]. Campinas: EDUEPB, 2014. p.47-65.

DEGENNE, A.; FORSÉ, M. Introducing social networks. London: Sage, 1999.

EDUCAUSE. 7 Things You Should Know About Facebook II (Online). Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2016.

FERREIRA, S. O. Tutoria para aprendizagem dialógica e colaborativa: um estudo de caso. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Estado de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2011. Disponível em: http://www.faed.udesc.br/arquivos/id_submenu/151/simone_de_oliveira_ferreira.pdf Acesso em: 03 mar. 2017.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

LEVY, P. Cibercultura. São Paulo, Editora 34, 1999.

LLORENS, F.; CAPDEFER, N. Posibilidades de la plataforma Facebook para el aprendizage colaborativo en línea. Revista de Universidad y Sociedad del Conocimiento, v. 8, n. 2, p. 31-45, 2011. Disponível em: http://www.raco.cat/index.php/RUSC/article/viewFile/254138/340973 Acesso em: 12 jan. 2017.

LUCKESI, C. C. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. São Paulo: Cortez, 2011.

MAGALHÃES, M. O.; BRITO, F. S. Avaliação da personalidade e redes sociais: uma proposta de integração. Avaliação Psicológica, n. 14, v. 1, p. 107-114, 2015. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/avp/v14n1/v14n1a13.pdf Acesso em: 03 mar. 2017.

MARINHO, C. L. O.; PERES, F. M. A. A Interação Na Educação a Dinstância Online: dificuldades relacionadas à utilização dos AVA por educadores e educandos. Hipertextus, v. 13, p. 85-109, 2015. Disponível em: http://www.hipertextus.net/volume13/revista-hipertextos-artigo5.pdf. Acesso em: 02 Mar. 2017

MARTELETO, R. M. Análise de redes sociais: aplicação no estudo de transferência da informação. Ciência da Informação, v. 30, n. 1, p. 71-81, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v30n1/a09v30n1.pdf Acesso em: 22 fev. 2017.

MORAN, J. M. Novos desafios na educação - a Internet na educação presencial e virtual. Saberes e linguagens de educação e comunicação, v. 1, p. 19-44, 2001. Disponível em: http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/tecnologias_eduacacao/novos.pdf Acesso em: 10 jan. 2017.

________. Os modelos educacionais na aprendizagem on-line. 2011. Disponível em: http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/educacao_online/modelos.pdf Acesso em: 23 dez. 2016.

MOREIRA, J. A.; JANUÁRIO, S. Redes sociais e educação reflexões acerca do Facebook enquanto espaço de aprendizagem. In: PORTO, C.; SANTOS, E. (Orgs.). Facebook e educação: publicar, curtir, compartilhar [online]. Campinas: EDUEPB, 2014, p. 67-84.

NORRIS, S. P.; PHILLIPS, L. M. How literacy in its fundamental sense is central to scientific literacy. Science Education, v. 87, n. 2, p. 224-240, 2003. Disponível em: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/sce.10066/abstract Acesso em: 07 jan. 2017.

POZO, J. I.; CRESPO, M. A. G. A aprendizagem e o ensino de ciências: do conhecimento cotidiano ao conhecimento científico. 5ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

RECUERO, R. Comunidades virtuais em redes sociais na Internet: uma proposta de estudo. E-Compós, Internet, v. 4, dez. 2005. Disponível em: http://www.raquelrecuero.com/seminario2005.pdf Acesso em: 30 mar. 2017.

ROJO, A. Participation in Scholarly Electronic Forums. Tese (Doutorado) - University of Toronto, 1995. Disponível em: http://www.oise.on.ca/~arojo/tabcont.html Acesso em: 12 dez. 2016.

SANTOS, E. O.; CARVALHO, F. S. P.; SANTOS, R. Composições híbridas na pesquisa-formação multirreferencial. Revista Tempos e Espaços em Educação, v. 14, p. 53-62, 2014. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/3451/3014 Acesso em: 05 dez. 2016.

SANTOS, R.; SANTOS, E. O. Pesquisando nos cotidianos da cibercultura: uma experiência de pesquisa-formação multirreferencial. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, v. 24, n. 44, p. 69-82, 2015. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/viewFile/1821/1235 Acesso em: 24 fev. 2017.

SANTOS, W. L. P. Educação científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 36, p. 474-492, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n36/a07v1236.pdf Acesso em: 20 fev. 2017.

SCHLEMMER, E. “AVA: Um Ambiente Virtual de convivência Interacionista Sistêmico para Comunidades Virtuais na Cultura da Aprendizagemâ€. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Programa de Pós- Graduação em Informática na Educação, 2002, Disponível em: https://gpedunisinos.files.wordpress.com/2009/04/tese_eliane.pdf Acesso em: 05 jan. 2017.

SCHYRA, G. A. C.; PARREIRAS, V. A. A autoavaliação da aprendizagem dos Alunos: um novo olhar para a educação a Distância. In: UEADSL 2016/2, 2016, Belo Horizonte - MG. Anais... Belo Horizonte - MG: UEADSL, 2016. Disponível em: http://ueadsl.textolivre.pro.br/2016.2/papers/upload/93.pdf Acesso em: 16 mar. 2017.

SILVA, I. M. M. Gêneros digitais: navegando rumo aos desafios da educação a distância. Revista Eletrônica do Centro de Estudos em Educação e Linguagem, Vol. 1, Nº1, 2011b. Disponível em: https://alfabetizarvirtualtextos.files.wordpress.com/2012/09/silva_generosdigitais.pdf Acesso em: 15 mar. 2017.

SILVA, J. M.; ABREU, I. S. L.; SILVA, C. D.; MACHADO, L. A.; MARTINS JÚNIOR, F. R. F. Atividades no facebook para a formação docente científica. Revista Educacional Interdisciplinar (Redin), v. 5, p. 1-10, 2016. Disponível em: https://seer.faccat.br/index.php/redin/article/view/438/362 Acesso em: 08 mar. 2017.

VALENTE, J. A. (org). O computador na sociedade do conhecimento. Campinas: UNICAMP/NIED, 1999.

WINK, M.; QUADROS, A. Organização e gerenciamento de ambiente virtual de aprendizagem. 2008. Disponível em: http://www.webartigos.com/artigos/organizacao-e-gerenciamento-de-ambiente-virtual-de-aprendizagem/3954/. Acesso em: 30 Mar. 2017.

ZIEGLER, S. ‘The (mis)education of Generation M’ Learning. Media and Technology, v. 32, n. 1, p. 69-81, 2007. Disponível em: http://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/17439880601141302?scroll=top&needAccess=true Acesso em: 02 fev. 2017.




DOI: https://doi.org/10.14571/brajets.v11.n3.427-443



Licensed under :

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.

----------------------------------------------------------------------

Indexing, Scientific Societies and Directories

Logo CAPES Logo periodicos.CAPES Logo Google Scholar

Logo GIF Logo Latindex Logo BASE Logo PKP

Logo DIADORIM Logo IBICT Logo SIS

Logo Gaudeamus Logo ROAD Logo DOAJ