UNDERGRADUATE DISTANCE LEARNING AND INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES: THE PERCEPTION OF EX-STUDENTS IN THE TEACHING-LEARNING PROCESS

Ariane Fernandes da Conceição

Abstract


The new technologies of information and communication led to a democratization of knowledge through the exchange of information process occurring due to the facilities and resulting mobility with such digital technologies and the internet. The increased availability of undergraduate and postgraduate distance possible, too, that new people conquer their college degree. In this sense, the objective of this paper is to analyze the interaction of students graduating from degree in Rural Development (Plageder) by means of information and communication in the teaching-learning in virtual learning environment technologies. Specific objectives are traced to identify the profile of graduates of Plageder; check how the student interaction and interactivity with the DL occurs; and examine the trend of student transfer the acquired knowledge on rural development for the field by drawing a parallel between the first and second edition of the course. For the research, a case study with 148 students Plageder was made, through online questionnaire sent to their emails. In general, the course enabled students to complete a course of higher education, however, despite the Plageder be a course eminently rural studies, designed to be applied in this context, the course allowed the graduates have greater contact with the countryside from the acquired knowledge and work possibilities that this presents.

References


ALMEIDA, M. E. B. Educação, ambientes virtuais e interatividade. Org. SILVA, M. Educação Online. 2ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

BELLONI, M. L. Ensaio sobre Educação à Distância no Brasil. Educação & Sociedade, ano XXIII, n.º 78, Abril/2002, p.117-142.

BELLONI, Maria Luiza. O ensino a distância na formação de professores: análise da implantação da TV Escola em Santa Catarina. Relatório de Pesquisa – CNPq, 2001.

BELLONI, M. L. Educação a distância. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1999.

CAPELARI, R. O.; BARROS, Daniela M.V. Interação e interatividade na educação a distância. Revista SER: Saber, Educação e Reflexão, Agudos/SP - v.1, n.2, Jul. - Dez./ 2008.

CASTELLS, M. A Galáxia da Internet: Reflexões sobre a Internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CESUP. Censo da Educação Superior 2010. Disponível em:

Acesso em: 25 de maio de 2014.

COMITÊ GESTOR DE INTERNET (Cetic). Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação no Brasil. Disponível em: Acesso em: 02 abril 2014.

CONCEIÇÃO, A. F. “Quem está online?†– Um estudo de caso sobre o uso e apropriação da internet no meio rural de Estrela/RS. Dissertação de mestrado. Santa Maria/RS, Março de 2012.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 17ª. ed., 1987.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1995.

GRESSLER, L. A. Introdução à pesquisa. São Paulo: Loyola, 2003.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em: . Acesso em: 25 de maio de 2014.

JUNG, F. C. Metodologia Para Pesquisa e Desenvolvimento Aplicada a Novas Tecnologias, Produtos e Processos. Rio de Janeiro: Axcel Books do Brasil, 2007.

KENSKI, V. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas, SP: Papirus, 2003.

LIMA, V.A . Mídia: Teoria e Política. São Paulo, Fundação Perseu Abramo, 2001.

MALHOTRA, N. Introdução à pesquisa de marketing. São Paulo: Prentice Hall, 2005.

MICROSOFT Excel for Windows 2010, versão 14.0.4760.1000 (64 bits).

MORAES, R. A. Interação, interatividade, dialogismo e co-autoria na era digital. Disponível em: . Acesso em 02 de abril de 2014.

PLAGEDER Curso Superior em Desenvolvimento Rural. Disponível em:

. Acesso em: 02 de abril de 2014.

PRIMO, A. Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. Porto Alegre: Sulina, 2007. 240p.

ROSA, A. P. C. Uso de uma ferramenta web para avaliação da interatividade dos alunos em uma disciplina do ensino fundamental de uma escola pública. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade do Estado de Santa Catarina. Joinville-SC, 2011.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2007.

SILUK, A. C. P. Introdução à informática educativa. Caderno Didático de Tecnologia de Informação e Comunicação. Santa Maria: UFSM, CE, Tecnologias de Informação e Comunicação aplicadas à Educação. 2013.

SILVA, M. O que é Interatividade. 2007. Acesso em: mai. 2013. Disponível em: .

WOLTON, D. Informar não é comunicar. Porto Alegre: Sulina, 2011.

YIN, R. K. Estudo de caso: Planejamento e Métodos. 2ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.




DOI: https://doi.org/10.14571/cets.v9.n1.53-63



Licensed under :

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.

----------------------------------------------------------------------

Indexing, Scientific Societies and Directories

Logo CAPES Logo periodicos.CAPES Logo Google Scholar

Logo GIF Logo Latindex Logo BASE Logo PKP

Logo DIADORIM Logo IBICT Logo SIS

Logo Gaudeamus Logo ROAD Logo DOAJ