VIDEO RECORDING AS A METHODOLOGICAL RESOURCE IN QUALITATIVE RESEARCH FOR ANALYSIS OF INTERACTIONS

Renata Magalhães Naves, Silvana Goulart Peres, Flavio Ferreira Borges, Fabrícia Teixeira Borges

Abstract


The video recording of the storytelling is a productive research resource for allowing rescue lately the organization of the time, space, scenes, lines and interactions between the teacher and the children in the storytelling context. The research on which we based for the production of this work was performed from the theoretical contribution of human development in the Cultural Psychology perspective with emphasis in the historical-cultural context, and the objective was to analyze the interactions that occurred in the School Library between the storyteller and children. Participated of the research one teacher (storyteller) and eighteen children aged five years. This work can contribute and dialogue with qualitative researches that intend to utilize the video recording as a resource to analyze the interactions, presented here from the procedures description. This methodological course allowed us to accomplish a microanalysis of the interactions, because we consider it important to conduct the research in human science – in our specific case, in the approach of the Developmental Psychology.

References


BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2014.

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: Um manual Prático. Petrópolis/RJ: Vozes, 2002.

BRUNER, J. S. Cultura da educação. Lisboa: Edições 70, 1996.

BRUNER, J. S. Realidade Mental, Mundos Possíveis. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

CARVALHO, A. M. P. O uso do vídeo na tomada de dados: pesquisando. O desenvolvimento do ensino em sala de aula. Pro-Posições, v. 7, n. 1[19], p. 5–13, 1996. Disponível em:

. Acesso em: 17 jan. 2018.

CRESWELL, J. W. Investigação qualitativa e projeto de pesquisa: escolhendo entre cinco abordagens. 3a ed. Porto Alegre: Penso, 2014.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: Métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed, 2007.

EISENBERG, Z., & LEMOS, G. R. Minha rotina é o meu relógio. In: RODRIGUES, M. C.; SPERB, T. M. (Org.). Contextos de desenvolvimento da linguagem. São Paulo: Vetor, 2010. p. 15–25.

GARCEZ, A.; DUARTE, R.; EISENBERG, Z. Produção e análise de vídeogravações em pesquisas qualitativas. Educação e Pesquisa, v. 37, n. 2, p. 249–262, 2011. Disponível em:

. Acesso em: 17 jan. 2018.

GÓES, M. C. R. A abordagem microgenética na matriz histórico-cultural: uma perspectiva para o estudo da constituição da subjetividade. Cadernos Cedes, v. 50, n. ano XX, p. 9–25, 2000. Disponível em:

. Acesso em: 17 jan. 2018.

LEONTIEV, A. O Desenvolvimento do Psiquismo. São Paulo: Centauro, 2004.

LOIZOS, P. Vídeo, filme e fotografias como documentos de pesquisa. In: BAUER, M. W.; G. GASKELL, G.

(Org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002. p. 137–155.

MAGALHÃES, M. C. C.; OLIVEIRA, W. Vygotsky e Bakhtin/Volochinov: Dialogia e alteridade. Bakhtiniana, v. 1 (5), p. 103–115, 2011. Disponível em:

. Acesso em: 19 jan. 2018.

NAVES, R. M.; PERES, S. G.; BORGES, F. F. O uso de videogravação como recurso para análise de interação entre professora e alunos na contação de histórias. In: Congresso Ibero-Americano em Investigação Qualitativa - CIAIQ, Salamanca-ESP. Atas - Investigação Qualitativa em Educação. 2017. v. 1. p. 640-649. Disponível em: . Acesso em: 19 jan. 2018.

NUNES, A. B.; BRANCO, A. U. Desenvolvimento moral: novas perspectivas de análises. Psicologia Argumento, v. 25, n. 51, p. 413–424, 2007. Disponível em:

. Acesso em: 17 jan. 2018.

ORSOLINI, M. A construção do discurso nas discussões em sala de aula: Uma análise sequencial. In: AJELLO, A. M.; ZUCCHERMAGLIO, C. (Org.). Discutindo se aprende: Interação social, conhecimento e escola. Porto Alegre: Artmed, 2005. p. 123–144.

PALLATIERI, M.; GRANDO, R. C. A importância da videogravação enquanto instrumento de registro para o professor do pensamento matemático de crianças pequenas. Horizontes, v. 21, n. 2, p. 21–29, 2010.

PEDROSA, M. I.; CARVALHO, A. M. A. Análise qualitativa de episódios de interação: uma reflexão sobre procedimentos e formas de uso. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 18, n. 3, p. 431–442, 2005. Disponível em:

. Acesso em: 17 jan. 2018.

PINTO, R. G.; BRANCO. A, U. Práticas de socialização e desenvolvimento na educação infantil: contribuições da psicologia sociocultural. Temas em Psicologia, v. 17, n. 2, p. 511–525, 2009. Disponível em:

. Acesso em: 17 jan. 2018.

SACRAMENTO, S.; SILVA, L.; DUARTE, R. Formação do gosto na relação de crianças com filmes. In: GOUVEA, G.; NUNES, M. F. (Org.). Crianças, mídias e diálogos. Rio de Janeiro: Rovelle, 2009. p. 25–34.

SADALLA, A. M.; LAROCCA, P. Autoscopia: um procedimento de pesquisa e de formação. Educação e Pesquisa, v. 30, n. 3, p. 419–433, 2004. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2018.

SILVA, C.; BORGES, F. Análise temática dialógica como método de análise de dados verbais em pesquisas qualitatvas. Linhas Críticas, v. 23, n. 51, p. 245–267, 2017. Disponível em:

. Acesso em: 17 jan. 2018.

TACCA, M. C. V. R. Estratégias pedagógicas: Conceituação e desdobramentos com o foco nas relações professor-aluno. In: TACCA, M. C. V. R. (Org.). Aprendizagem e trabalho pedagógico. Campinas: Alínea, 2006. p. 45–68.

VALSINER, J. Fundamentos da psicologia cultural. Porto Alegre: Artmed, 2012.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VYGOTSKY, L. S. Imaginação e criação na infância. São Paulo: Ática, 2009.

VYGOTSKY, L. S. Psicologia pedagógica. 2a ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

ZITTOUN, T. The Role of Symbolic Resources in Human Lives. In: VALSINER, J.; ROSA, A. (Org.). The Cambridge handbook of sociocultural psychology. Cambridge: Cambridge University Press, 2007.




DOI: https://doi.org/10.14571/brajets.v11.n2.248-261



Licensed under :

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.

----------------------------------------------------------------------

Indexing, Scientific Societies and Directories

Logo CAPES Logo periodicos.CAPES Logo Google Scholar

Logo GIF Logo Latindex Logo BASE Logo PKP

Logo DIADORIM Logo IBICT Logo SIS

Logo Gaudeamus Logo ROAD Logo DOAJ