HUMAN DIVERSITY AND SOCIAL INCLUSION IN SCHOOL IN THE PERCEPTION OF ACADEMIC OF PHYSICAL EDUCATION IN SITUATION OF SUPERVISED

Hugo Norberto Krug, Victor Julierme Santos da Conceição, Cassiano Telles, Rodrigo de Rosso Krug

Abstract


This investigation aimed to analyze the perception of academics in situation of Supervised of the Degree in Physical Education from a public university in southern Brazil about the human diversity and social inclusion. The methodology characterized by the phenomenological approach in the form of a case study with a qualitative approach. The instrument used for data collection was a questionnaire. The interpretation of information was content analysis. The participants were fifteen academics. We concluded that it was possible to identify four understandings of human diversity and six of social inclusion by academics studied. From
these findings we infer that understand human diversity and social inclusion in the initial formation of teachers and consequently in the classes of Physical Education School, is a challenge that needs to be assumed by future teachers, because there is some
difficulty of understanding of its concepts.

References


ASSIS, C.C.M.; OLIVEIRA, R.G. de. Diversidade humana e inclusão social na escola: discurso dos professores de Educação Física. Caderno de Educação Física, Marechal Cândido Rondon, v.9, n.17, p.37-44, 2. sem., 2010.

BARDIN, L. Tradução de Luis Antero Neto e Augusto Pinheiro. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BERNARDI, A.P.; CONCEIÇÃO, V.J.S. da; KRUG, H.N. A formação inicial em Educação Física no contexto da inclusão escolar. In: SEMINÁRIO EM EPISTEMOLOGIA E EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, I, 2005, Santa Maria. Anais, Santa Maria: UFSM, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996.

CAPUTO, M.E.; FERREIRA, D.C. Inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais na Educação Física Escolar. In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE EDUCAÇÃO MOTORA, I, 1998, Foz do Iguaçú. Anais, Foz do Iguaçú, 1998. p.625.

CARMO, A.A. Diversidade humana e educação. In: FERREIRA, E.L. (Org.). Dança artística e esportiva para pessoas com deficiência: multiplicidade, complexidade e maleabilidade corporal. Juiz de Fora: CBDCR, 2005.

CARVALHO, K.M. Os desafios da inclusão da pessoa com deficiência no ambiente de trabalho. In: CARVALHO-FREITAS, M.N.; MARQUES, L.A. (Orgs.). O trabalho e as pessoas com deficiência: pesquisas, práticas e instrumentos diagnósticos. Curitiba: Juruá, 2010. p.43-54.

CERVO, A.L.; BERVIAN, P.A. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Pretince Hall, 2002.

CONCEIÇÃO, V.J.S. da; KRUG, H.N. Formação inicial de professores de Educação Física frente a uma realidade de inclusão escolar. Revista Educação Especial, Santa Maria, v.22, n.33, p.237-250, mai./ago., 2009.

CRISTINO, A.P. da R.; KRUG, H.N. A perspectiva discente sobre as diferenças na escola. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DA REGIÃO SUL (ANPED SUL), VI, 2006, Santa Maria. Anais, Santa Maria: UFSM, 2006.

DUTRA, R. dos S.; SILVA, S. de S.M.; ROCHA, R.C. da S. A educação inclusiva como projeto da escola: o lugar da Educação Física. Revista Adapta, a.II, n.1, p.7-12, 2006.

FAZENDA, I. (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1989.

FLORES, P.P.; KRUG, H.N. Formação em Educação Física: um olhar para a inclusão escolar. Revista Digital Lecturas: Educación Física y Deportes, Buenos Aires, a.15, n.150, p.1-10, noviembre, 2010. Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd150/formacao-em-educacao-fisica-a-inclusao-escolar.htm . Acesso em: 7 nov. 2010.

GIMENO SACRISTÁN, J. A educação obrigatória: sem sentido educativo e social. Porto Alegre: Artmed, 2001.

GODOY, A.S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v.35, n.3, p.20-29, mai./jun.,1995.

JUSTO, J.L.; BEHM, A.M. A inclusão social nas aulas de Educação Física em oito escolas da rede pública do município de Canoas no Bairro Mathias Velho. Revista Cippus, Canoas: UNILASALLE, v.2, n.1, p.120-129, mai., 2013.

KRUG, H.N. O preconceito na escola... e na Educação Física Escolar, 2012. Disponível em: http://gepefufsm.blogspot.com.br/search/label/Temas%20Pol%C3%AAmicos?updated-max=2012-08-08T13:53:00-03:00&max-results=20&start=1&by-date=false. Acesso em: 29 out. 2013.

LEHNHARD, G.R.; FLORES, P.P.; CONTREIRA, C.B.; KRUG, H.N. A inclusão escolar de alunos com deficiência em aulas de Educação Física: a percepção dos futuros professores. In: JORNADA ACADÊMICA DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA FAMES, 4, 2011, Santa Maria. Anais, Santa Maria: FAMES, 2011.

LOPES, A.C.; NABEIRO, M. Educação Física Escolar e o contexto inclusivo: o que pensam os educandos sem deficiência? Revista Motriz, Rio Claro, v.14, n.4, p.494-504, 2008.

LIBâNEO, J.C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2001.

LOPES, F.R. Infância e diversidade: concepções e práticas de inclusão de crianças “diferentesâ€. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – EDUCERE, IX, 2009, Curitiba. Anais, Curitiba: PUCPR, 2009.

LÃœDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MAIOLINO, A.L.G.; MANCEBO, D. Análise histórica da desigualdade: marginalidade, segregação e exclusão. Revista Psicologia & Sociedade, v.17, n.2, p.14-20, 2005.

MANTOAN, M.T.E. Inclusão: o que é? Por que? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2006.

MOLINA NETO, V. Etnografia: uma opção metodológica para alguns problemas e investigação no âmbito da Educação Física. In: MOLINA NETO, V.; TRIVIÑOS, A.N.S. A pesquisa qualitativa em Educação Física: alternativas metodológicas. Porto Alegre: Sulina, 2004.

MONTEIRO, M. da G.T.; EARP, M. de L.S. Um estudo qualitativo sobre inclusão escolar. Revista Olhar de Professor, Ponta Grossa, v.14, n.1, p.183-200, 2011. Disponível em http://www.revistas2.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/3492 . Acesso em: 14 out. 2013.

MOREIRA, L.B.; ONUMA, F.M.S.; BORGES, C.L.P.; MIRANDA, A.R.A.; CAPPELLE, M.C.A. O trabalho para os portadores de necessidades especiais: um caminhar pela diversidade através dos conceitos de poder, minoria e deficiência. In: ENCONTRO DE GESTÃO DE PESSOAS E RELAÇÕES DE TRABALHO (EnGPR), 2, 2009, Curitiba. Anais, Curitiba, 2009.

MUNHÓZ, M.A. Educação infantil no sistema educacional inclusivo. In: SORRI-BRASIL. Ensaios pedagógicos: construindo escolas inclusivas. Brasília: MEC, SEESP, 2005. p.52-61.

PEREIRA, J.E.D. Formação de professores: pesquisas, representações e poder. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

PIMENTA, S.G. Saberes pedagógicos e atividades docentes. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

RODRIGUES, D. A Educação Física perante a educação inclusiva: reflexões conceptuais e metodológicas. Revista da Educação Física-UEM, Maringá, v.14, n.1, p.67-73, 2003.

SASSAKI, R.K. Inclusão: o paradigma do século 21. Inclusão – Revista da Educação Especial, out., 2005.

SHIGUNOV, V.; SHIGUNOV NETO, A. A formação profissional e a prática pedagógica: ênfase nos professores de Educação Física. Londrina: Midiograf, 2001.

SILVA, A.L. da. Pluralidade e diversidade: pensar sobre a diferença e a sua emergência na escola. Revista Lugares da Educação, Bananeiras, v.3, n.6, p.197-213, jul./dez., 2013. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rle/article/view/15801 . Acesso em: 15 out. 2013.

TELLES, C.; CONCEIÇÃO, V.J.S. da; KRUG, H.N. A perspectiva crítico-reflexiva na formação de professores de Educação Física: um olhar sobre a prática educativa na educação inclusiva. In: SOUZA, R. de C.S.; ZOBOLI, F.; SILVA, R.I. da; HAIACHI, M. (Orgs.). Educação Física Inclusiva: perspectivas para além da deficiência. São Cristóvão: Editora da Universidade Federal de Sergipe, 2013. p.77-97.

TRIVIÑOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

TODOROV, T. Tradução C.G. de Paula. Nós e os outros: reflexão francesa sobre a diversidade humana. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1993.

UNESCO. Declaração de mundial sobre educação para todos: satisfação das necessidades básicas de aprendizagem. Jomtien, 1990. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0008/000862/086291por.pdf . Acesso em: 30 ago. 2013.

UNESCO. Declaração de Salamanca sobre princípios, política e práticas na área das necessidades educativas especiais. Salamanca, 1994. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0013/001393/139394por.pdf . Acesso em: 30 ago. 2013.

WALBER, V.B.; SILVA, R.N. As práticas de cuidado e a questão da deficiência: integração ou inclusão? Revista Estudos de Psicologia, v.23, n.1, p.29-37, 2006.




DOI: https://doi.org/10.14571/brajets.v10.n4.366-375



Licensed under :

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.

----------------------------------------------------------------------

Indexing, Scientific Societies and Directories

Logo CAPES Logo periodicos.CAPES Logo Google Scholar

Logo GIF Logo Latindex Logo BASE Logo PKP

Logo DIADORIM Logo IBICT Logo SIS

Logo Gaudeamus Logo ROAD Logo DOAJ