THE FETISH OF SCIENCE-MERCHANDISE, THE SCIENTIST AS MERCHANDISE AND TECHNOLOGICAL DOMINATION

Valdemir Pereira de Queiroz Neto, Maria de Fátima Vieira Severiano

Abstract


This article has the objective of promoting reflections on the Technological Rationality and its implications to the production of science and the educational formation of scientists. With support on the theoretical reference of the Frankfurt School and other thinkers of the issue of technique and science, a critic is addressed to the existing disequilibrium between technical and humanitarian progress, denouncing the need of a redirection of scientific propositions to human needs and to the combat of the ever-increasing social inequality. Methodologically, this article is constituted of a theoretical discussion about the matter of the use of science as an instrument capable of enhancing the dominations directed to individuals, both scientists and consumers of science products. The findings reinforce the importance of the recovery of social and political values in science to the construction of a fairer and more balanced society.

References


ALBORNOZ, Suzana. O que É Trabalho. São Paulo: Brasiliense, 2012.

ANTUNES, Deborah C. Por um Conhecimento Sincero no Mundo Falso. Jundiaí: Paco Editorial, 2014.

ANTUNES, Ricardo. & BRAGA, Ruy. (orgs) Infoproletários: Degradação Real do Trabalho Virtual. São Paulo: Boitempo, 2009.

BIANCHETTI, L; MACHADO, A. M. N.. (Des)Fetichização do Produtivismo Acadêmico: desafios para o trabalhador-pesquisador. In: RAE São Paulo v. 51 n.3 maio/ jun. 2011.

BORSOI, Izabel Cristina Ferreira. Trabalho e produtivismo:saúde e modo de vida de docentes de instituições públicas de Ensino Superior. In: Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, vol. 15, n. 1, p. 81-100. 2012.

BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: ORTIZ, Renato (org.). Pierre Bourdieu: Sociologia. São Paulo: Ática, 1983.

_______. & SAINT-MARTIN, M. Gostos De Classe e Estilos de Vida.(Excerto do artigo "Anatomie du goftt".) Actes de Ia Recherche en Sciences Sociales, n° 5 , p. 18-43.out.1976.

FEYERABEND, P. K. Consolando o especialista In: I. Lakatos; A. Musgrave (Org.). A Crítica e o Desenvolvimento do Conhecimento. São Paulo: Cultrix, EDUSP, 1979, p. 244-284.

FRIGOTTO, Gaudencio. A Produtividade da escola Improdutiva; um (re)exame das relações entre a educação e as estruturas econômico-sociais e capitalistas. São Paulo: Cortez, 2006.

HABERMAS, Jurgen. Técnica e Ciência como Ideologia. Lisboa: Edições 70, 1968.

HARAWAY, Donna. Manifesto Ciborgue in SILVA, Tomaz Tadeu da (org.). Antropologia do Ciborgue. Belo Horizonte: Autêntica, 2000. p. 37-130.

HUSSERL, Edmund (1954). La crise des sciences européennes et la phenomenologie transcendentale. Paris: Gallimard, 1976.

JUDT, Tony. O Mal Ronda a Terra. Rio de Janeiro, Objetiva, 2011.

LANGER, A. El sistema científico y las universidades: revisión de teorias y enfoques en América Latina y Argentina. In: RIQUELME, G. C. (Ed). Las universidades frente a las demandas sociales y productivas – capacidades de los grupos de docência e investigación en la producción y circulación del conocimiento. Tomo 1. Buenos Aires: Miño y D´Avila Srl; Madrid: Miño y D´Avila, 2008. p. 23-74.

LATOUR, Bruno. Jamais Fomos Modernos. São Paulo – Editora 34, 1994.

LAVAL, Christian & DARDOT, Pierre.A Nova Razão do Mundo.São Paulo, Boitempo, 2016.

LEOPOLDO E SILVA, F. A Invençao do Pós Humano in: NOVAES, Adauto. (org.) A condição Humana. Rio de Janeiro, Agir, 2009, p.75-88.

LÉVY, Pierre. As Tecnologias da inteligência. São Paulo: Editora 34, 1993.

LIMA, Aluisio Ferreira (org.). Psicologia Social Crítica. Porto Alegre: Sulina, 2012.

MARCUSE, H. Eros e Civilização: uma interpretação filosófica do pensamento de Freud. 6ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

_______. Algumas Implicações Sociais da Tecnologia Moderna. In: Tecnologia, Guerra e Fascismo. Trad. Maria Cristina V. Borba. São Paulo: Ed. UNESP, 1999, p.73-104.

______. A Responsabilidade da Ciência in: scientiæ zudia, São Paulo, v. 7, n. 1, 2009, p. 159-64.

NOVAES, A. Entre dois Mundos in: NOVAES, A.. (org.) A Condição humana. Rio de Janeiro, Ed. Agir, 2009, p. 9- 37.

PISANI, Marília . Algumas considerações sobre ciência e política no pensamento de Herbert Marcuse. Scientiæ Zudia, São Paulo, v. 7, n. 1, 2009, p. 135-58.

ROUANET, S.P. Nós, civilizações , sabemos que somos mortais in. NOVAES, Adauto. A condição humana. Rio de Janeiro, Ed. Agir, 2009. p. 185-198.

_______. Adorno e a crítica da barbárie: um olhar psicanalítico In: SOARES, Jorge.(org). Escola de Frankfurt: inquietudes da razão e da emoção. Rio de Janeiro, Ed. UERJ, 2010. p. 11-25.

SAFATLE, Vladimir. Cinismo e Falência da Crítica. São Paulo: Boitempo, 2008.

SANTOS, Boaventura de Sousa..Crítica da Razão Indolente. 4ed. São Paulo: Cortez, 2002.

_______. Um discurso sobre as ciências. 4ª edição. São Paulo: Cortez, 2006.

_______. A Gramática do Tempo: para uma nova culura política. São Paulo, Cortez Ed., 2010.

SILVA, José Aparecido. FATOS MARCANTES NA HISTÓRIA DOS TESTES PSICOLÓGICOS Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/paideia/v12n23/13.pdf acessado em 12/06/2017, 2002. p177-178

SOARES, Jorge. Repensando a Noção de Progresso Globalizado. Conferência III Semana Gilberto Freyre, Recife, 1997.

SOUZA, Renato Ferreira. As políticas públicas e a administração identitária de seus usuários: uma análise na perspectiva da Psicologia Social Crítica in: LIMA, Aluisio Ferreira. (org) Psicologia Social Crítica. Porto Alegre: Sulina, 2012, p.167-197.

STENGERS, Isabelle. A invenção das Ciências Modernas. São Paulo: Editora 34, 2002.

VIRILIO, P. A Bomba Informática. São Paulo: Estação Liberdade, 1999.

WITTIGENSTEIN, Ludwig. Citado por Jacques Bouveresse in: Pourquoi pas des Philosophes? Essais IV. Marselha: Agone, 2004.




DOI: https://doi.org/10.14571/brajets.v13.n4.379-400

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Licensed under :

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.

----------------------------------------------------------------------

Indexing, Scientific Societies and Directories

Logo CAPES Logo periodicos.CAPES Logo Google Scholar

Logo GIF Logo Latindex Logo BASE Logo PKP

Logo DIADORIM Logo IBICT Logo SIS

Logo Gaudeamus Logo ROAD Logo DOAJ